Base de Conhecimento: Mastersiga Consultoria

Mastersiga Consultoria ❱ TOTVS Automação FiscalConfiguração

Como devo utilizar o compartilhamento de tabelas do TAF?

Produto:

TOTVS Automação Fiscal

SegmentoServiços

Versões:

11 e 12

Ocorrência:

Como devo utilizar o compartilhamento de tabelas do TAF?

Solução

Premissas sobre o compartilhamento de tabelas do TAF:

  • As tabelas autocontidas NUNCA devem ter o seu compartilhamento alterado. A configuração padrão dessas tabelas é Compartilhada em todos os níveis (Empresa, Unidade de negócio e Filial);
  • A tabela de Complemento Cadastral (C1E) NUNCA deve ter o seu compartilhamento alterado. A configuração padrão da tabela é Compartilhada em todos os níveis (Empresa, Unidade de negócio e Filial);


Premissas sobre o compartilhamento de tabelas para entrega de obrigações fiscais:

  • O compartilhamento de tabelas no TAF deve ser feito durante a implantação, ou antes de integrar qualquer dado para a tabela, evitando assim a necessidade de manipulação via banco de dados;

    Dica!

    Caso a configuração de compartilhamento da tabela seja realizada após ter sido populada, será necessário ajustar manualmente o conteúdo do campo _FILIAL de todos os registros, de acordo com o novo compartilhamento.

  • Deve ser avaliado a necessidade de configuração de cada tabela, visando a geração da obrigação fiscal utilizada por cada entidade.

    Exemplo

    No meu ERP tenho diversas Empresas (raíz de CNPJ distintas), e controlo os dados de Verbas de forma global, ou seja, todas as empresas utilizam o mesmo registro.

    O eSocial exige que a entrega da obrigação seja feita por Empresa (raíz de CNPJ), portanto necessito realizar uma configuração diferente no TAF para atender a necessidade de entrega da obrigação. Neste caso preciso configurar a tabela C8R (tabela de Rubricas) para trabalhar de forma Exclusiva a nível de Empresa, e Compartilhada a nível de Unidade de Negócio e Filial. Dessa forma, a tabela de verbas do ERP será replicada em cada Empresa do TAF, e deverá ser transmitida separadamente para cada empresa.

    Atenção

    A tabela de domínio por definição não pode ter um nível de compartilhamento inferior a tabela de contra domínio, exemplo:

    Relação Rubrica x Funcionário:

    Tabela C8R rubricas (tabela de domínio)

    Tabela C9V funcionário (tabela de contra domínio)

    Se a tabela de rubrica(C8R) estiver compartilhada a Nível de Filial, e a tabela de funcionário (C9V) exclusiva, na integração do funcionário em qualquer filial a rubrica estará visível, porém se a configuração estiver ao contrario C8R exclusiva e funcionário compartilhado o sistema só conseguir enxergar a rubrica na filial que o trabalhador estiver sendo integrado ou acessado, pois a tabela de domínio está com uma restrição com nível inferior a tabela de contra domínio, neste caso na tabela C8R o mesmo código de rubrica deverá existir em cada filial, o que não é considerado uma boa prática e vai contra as especificações do e-social que solicita 1 código de rubrica por raiz de CNPJ.


    O Aconselhável é sempre a tabela de domínio ter um nível de compartilhamento superior ou igual a tabela de contra domínio.


Updated on 09/06/2022

Was this article helpful?
We appreciate your review.